Sobre Nós

O Instituto Mundo Aflora vem impactando a vida de centenas de meninas que estão ou estiveram em medidas socioeducativas, oferecendo oportunidades para que as adolescentes possam fazer novas escolhas. Por meio da elaboração de estratégias para sua reintegração, reúne parceiros com um intuito em comum: a potencialização do indivíduo. O modelo de atuação é baseado em vínculos e atende às necessidades das jovens provenientes das realidades mais vulneráveis, capacitando-as a ir além de suas circunstâncias para se tornarem cidadãs ativas e agentes transformadoras.

ESCUTE UM SONHO

Linha do Tempo

2003

Renata Mendes começou a ensinar yoga no Projeto Aparigraha, no centro socioeducativo Chiquinha Gonzaga, da Fundação CASA, em São Paulo. Seu objetivo era ajudar adolescentes a lidarem com suas situações de vida e dar-lhes um momento de alegria, paz e autoconsciência. Esse projeto continua presente nas atividades do Mundo Aflora.

2016

Após uma pós graduação em Gestão de Inovação Social, Renata Mendes e Sonia Mendes fundaram o Instituto Mundo Aflora, com a visão de uma sociedade em que todos as jovens tenham a chance de realizar seus sonhos. Assim, a iniciativa passou a promover a reintegração de meninas adolescentes por meio do desenvolvimento socioemocional, socioeconômico dentro dos centros da Fundação CASA, com articulação de rede pública e privada, e encaminhamento das jovens em suas saídas.

2017

Transformando Cinza em Sonhos: O IMA organizou uma oficina para pintar e transformar as paredes de uma dos centros da Fundação Casa, com a participação de 18 artistas e 17 meninas da unidade com o apoio da BrazilFoundation.

2018

1º Seminário de Trauma e Justiça no Brasil: Com o intuito de informar e conscientizar a sociedade sobre o ciclo de trauma na vida de meninas que estão ou estiveram em privação de liberdade, o Mundo Aflora organizou o seminário com a renomada psicóloga americana Dra. Stephanie Covington, reunindo 198 participantes representantes do poder público, iniciativas sociais e setor privado, e 4.000 pessoas acompanharam esse evento pelas mídias sociais.

2019abril

1º Seminário Woman Will Google para meninas no sistema de justiça juvenil: Workshop que durou 4 dias, com a parceria do Google e da Rede de Mulheres Empreendedoras, realizado pela primeira vez para 24 meninas que estão ou estiveram em medidas socioeducativas.

2019desde 2016

Programa De Olho nos Talentos: 40 atividades implementadas que envolveram mais de 340 indivíduos e voluntários corporativos.

2019abril

Implementação piloto Programa Vozes: primeira metodologia com olhar específico para meninas e mulheres dentro do sistema de justiça brasileiro.

Nossa Essência

Visão

Uma sociedade em que todos os jovens tenham chances para realizar seus projetos de vida.

Missão

Efetivar a reintegração de jovens em medidas socioeducativas que já estiveram ou estão em privação de liberdade, encaminhando para oportunidades dentro e fora dos centros para fazer novas escolhas.

Impacto

Utilizando uma abordagem baseada em gênero e oportunidades, as atividades do Instituto Mundo Aflora contribuem para desenvolver (1) habilidades sociais, (2) profissionais e (3) de direitos humanos.

As atividades do Instituto Mundo Aflora já impactaram aproximadamente 2.500 meninas e jovens mulheres provenientes de realidades vulneráveis. Acreditamos que ao redefinir o conceito de medidas socioeducativas, por meio de iniciativas humanizadas que ajudem meninas a desenvolverem habilidades socioemocionais para superarem as situações de trauma por elas vivenciadas, e facilitando-lhes treinamentos específicos para desenvolver habilidades de empregabilidade e geração de renda, conscientização de direitos e apoio de redes, pode levá-las a novas decisões e oportunidades de vida, quebrando o ciclo do crime e da pobreza.

Resultados 2018/2019:

16

eventos e atividades realizados

80

meninas atendidas Mundo Aflora, que mantém contato após saída

540

meninas atendidas dentro e fora do sistema socioeducativo

9

parceiros ativos que são responsáveis por atividades dentro e fora do sistema socioeducativo

A atuação do Instituto Mundo Aflora está alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU da seguinte forma:

ODS 5 • Igualdade de Gênero

Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas.

Promover igualdade de gênero e empoderar meninas e mulheres provenientes de realidade vulneráveis para que possam fazer novas escolhas.

ODS 16 • Paz, Justiça e Instituições Fortes

Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis.

O Instituto Mundo Aflora almeja contribuir para uma sociedade inclusiva e de paz, promover acesso para todes no sistema de justiça e participar da construção de instituições responsáveis e inclusivas em todos os níveis.

Equipe
  • Andrea Mendes, presidente do IMA, lidera a organização desde 2018;
  • Renata Mendes, fundadora e vice-presidente, lidera a organização desde 2016.

A equipe técnica inclui Maria Leticia Macorin, coordenadora do Programa Vozes e de projetos especiais; Ana Helena Oliveira e Fernanda Prado, colaboradoras do Instituto Amani, que apoiam o desenvolvimento institucional da organização (comunicação e captação de recursos); e Ana Mongiat, também da equipe de captação de recursos.

Atualmente, todo o trabalho é feito a partir de uma base de voluntários. Agradecemos todes que já passaram pelo Instituto e seguem nos apoiando de forma pontual ou permanente.

Governança

O conselho fiscal é integrado por Sonia Mendes, advogada, e Fernando Ribeiro, economista.

O conselho consultivo é composto por membros com experiência em direito, finanças, estratégia de negócios para instituições sem fins lucrativos, criminalidade, empreendedorismo, estudos sociais e juventude:

  • Flavia Mange;
  • Patricia Ferraz;
  • Patrick Dufour;
  • Pedro Dorlhiarc;
  • Roberta Fernandes.

O Instituto Mundo Aflora conta, ainda, com uma rede de sete especialistas para consultoria financeira, jurídica e comercial, bem como sobre impacto social.